Educação finlandesa, qual é o segredo?

Qual o segredo da educação Finlandesa?

Conheça exemplos educacionais finlandeses na Casa Finlândia

A Casa Finlândia, organizada pelo Comitê Olímpico Finlandês e Ministério da Educação e Cultura da Finlândia, apresentará vários exemplos na área, mostrando fatores de sucesso do seu reconhecido sistema educacional, nos dias 17 a 19 de agosto, durante as Olimpíadas no Rio.

O Muuvit é um programa que une tecnologia e educação que será apresentado aos interessados. Todos estão convidados (18 de agosto, das 13h30 às 15h). Ele tem o apoio do Instituto Compartilhar, Embaixada da Finlândia, PNUD e REMS.

Clique no link a seguir e conheça um pouco do segredo da educação finlandesa: https://www.youtube.com/watch?v=QNwoSvbW7Gs

Captura de Tela 2016-08-04 às 15.22.20

Vídeo: FINPRO – Créditos: Riitta Supperi/Finland Promotion Board; Sakari Piippo/Finland Promotion Board


A escritora Cléo Busatto lança novo livro

Novo livro de Cléo Busatto é lançado pela Galera Júnior

Cléo Busatto é um nome conhecido na literatura infanto-juvenil. Em A Fofa do Terceiro Andar, da Galera Júnior, a autora decidiu se embrenhar pelo mundo adolescente. Em uma narrativa que se assemelha a uma conversa íntima, nos apresenta o diário de Ana, uma jovem perdida em meio a relacionamentos, problemas de autoestima e bullying. Nas mãos da autora, a personagem redescobre o mundo à sua volta, livrando-se de excessos e preconceitos – e faz o leitor se identificar com as dúvidas, a coragem e os desafios tão marcantes desta fase da vida.

“O livro é uma espécie de escrita de iniciação, uma conversa por meio da qual a personagem vai se vendo e lendo o mundo à sua volta. Enquanto escrevia, trouxe minha adolescente à tona e entendi melhor esta fase, onde a coragem, a ousadia e as dúvidas estão sempre presentes”, revela a autora.

Na história, Ana foi uma criança alegre e brincalhona, mas passou a sofrer na adolescência quando se descobriu gorda e desajeitada com os esportes. Depois de enfrentar o bullying dos colegas, começa a escrever um diário, numa jornada de autoconhecimento e reconhecimento do mundo. Quando conhece o menino Francisco, sua vida muda. Em meio à descoberta do amor, do enfrentamento da morte e dos desafios de fazer dieta, estudar e se aceitar como é, Ana cresce e amadurece.

Cléo Busatto iniciou seu caso de amor com as palavras aos quatro anos e não parou mais. Lançou seu primeiro livro em 2002 e é uma contadora de histórias, tendo sido ouvida por mais de 100 mil pessoas, no Brasil e no exterior. Convocou sua menina interior e escreveu vários livros, depois convocou sua adolescente e escreveu A fofa do terceiro andar. Suas obras fazem parte de programas de leitura e catálogos internacionais, como o da Feira do Livro Infantil de Bolonha. Colaboradora de jornais e revistas, além de escrever, Cléo gosta de gatos e de viajar. Suas experiências pelo mundo afora inspiram novas histórias, que ela tem prazer em oferecer ao leitor.
__________________________________________________

capa fofa 200 dpi 001A FOFA DO TERCEIRO ANDAR
Cléo Busatto
Páginas: 144
Preço: R$ 25,00
Grupo Editorial Record | Galera Júnior
__________________________________________________

Contatos: Cléo Busatto / Tel: (41) 3024-7342 e (41) 9986-9308.
www.cleobusatto.com.br – atendimento@cleobusatto.com.br

 


Curitiba – onde a capivara tem vez

Capivaras – muitas delas – convivem com visitantes do Parque Barigui . Esse animal (fofo, alguns diriam – risos) se tornou uma marca do município e agora que a moda pegou, elas estão dando um passeio por aí pelos cantos da cidade .

Um grupo, feitas de fibra de vidro – há oito delas medindo 1 metro de altura por 1,5 de largura – podem ser vistas soltas em vários espaços. A inspiração veio do tradicional “Cow Parade”.

Então – preste atenção! Pode ser que você acabe cruzando com alguma delas.

Captura de Tela 2016-06-02 às 10.10.59

Espaço Zen – Atelier Dani Henning – Grupo Tai Chi Curitiba

A capivara da foto foi pintada pela renomada artista plástica Dani Henning em seu Atelier – que também é um espaço Zen para a prática do Tai Chi Chuan. No entorno do animal estão praticantes dessa arte.


Dia do Tai Chi – Comemoração em Curitiba

O Dia do Tai Chi é uma data oficialmente reconhecida pela Prefeitura Municipal de Curitiba e também é comemorado, sempre no último sábado do mês de abril, em mais de 70 países. O bacana é quando no relógio estiver marcando às 10h da manhã, haverá alguém praticando Tai Chi ao redor do mundo, totalizando assim 24 horas.

DMT 2016 - CartazDia do tai chi oficial em Curitiba

No Programa…
-> Apresentações de Tai Chi de vários estilos e escolas com Tai Chi Chuan, Tai Chi com espada, Tai Chi com leque, entre outros
-> Participação do público em atividades suaves
-> Exposição fotográfica
-> Sorteio de camisetas
-> Teremos leitura de poesias com chá
-> Apresentações de kung-fu, entre outras.

Serviço
Evento: Dia do Tai Chi
Data: 30 abril
Horário: das 08h30 às 11h30
Local: Praça do Tai Chi (Jd. Luiz Ribeiro), Av. Água Verde esc. Rua Guilherme Pugsley.
Participação: livre e gratuita
Informações: Levis Litz – Tel/WhatsApp: (41) 8409-6858 – e-mail: LevisLitz@TaiChiCuritiba.com.br


Poesia Livre 2016 – Poema Classificado

Concurso Nacional Novos Poetas

A lista dos classificados foi publicada em 20 de março de 2016. Resultado disso: um momento gratificante para este simples jornalista: receber uma mensagem da Rose:

Olá amigo gostaria de agradecer a sua publicação sobre o Concurso de Poesias. Eu participei e minha poesia foi classificada entre as 250 pessoas que estavam concorrendo com outras 3.105. Agora meu poema, “Brilho eterno do amor”, vai fazer parte do livro que vai para Biblioteca Nacional. Obrigada de coração!!!“.

Que surjam novos poetas, a exemplo da nossa leitora, para abrilhantar ainda mais a nossa humanidade!

Parabéns Rose!
Captura de Tela 2016-02-16 às 00.10.59


Teatro, reflexões e cidadania, à la Salmonela

No Coração das Trevas: Uma Jornada Mítica Civilizada pelo Centro Cívico


Memórias evocadas de uma história emergida recente – bombas e balas de borrachas atiradas em professores oriundas da região do Palácio das Araucárias  (Sede do poder do Estado) e contínua corrupção ativa e crescente presenciadas na “Cidade de Muitos Pinheiros (Kur Yt Yba)”, levam a esta incrível e imperdível performance que, num ato de interatividade e sentimentos de solidariedade, nos proporcionam a uma reflexão de como se exercita a cidadania.

Sentimentos cultivados e compartilhados, com momentos interessantes, instigantes e intensos são proporcionados pelos atores da Companhia Salmonela Urbana Cia Performática no Festival de Teatro de Curitiba deste ano.

Nos fazem pensar, interagir e abrir os olhos sobre as relações sombrias de um passado tão presente – que podem comprometer a democracia e se estender a um futuro de incertezas.

Esta performance, que faz o público interagir – navega pelas calçadas do Centro Cívico (Cívico ?)  levando as pessoas a percorrerem um trajeto urbanista-autofágico-pós-colonial-neoliberal. No caminho deparam-se com instituições que deveriam primar pela “ordem e progresso” da cidade, do estado e do país.

Início do percurso: Praça 19 de dezembro.
Caminhada até a Praça Nossa Senhora de Salete.
Ainda dá tempo de assistir.
Hoje é o último dia, às 13h00.
Experiência ímpar.

Direção: Lúcia Helena Martins
Produção: Bruna Mendonça
Performers: Ana Ferreira, Amanda Lima, Aquiles Kauê, Barbara Camargo, Cassia Pauluk, Dayane Andrade, Dani Wall, João Muniz, Juliana Luz, Leo Castilhos, Maycon Lorkievicz, Mathews Nascimento, Rafael Machado, Raíssa Miranda, Tainá Roma, Victor Dezute, Vivian Schimitz, Jennifer Ferrari
Figurino: Sanmi Riquerme, Karina Barbosa
Companhia: Salmonela Urbana Cia Performática
Gênero: Intervenção
Entrada franca

Texto/Fotos: Levis Litz


Dançar – dê uma chance a si mesmo!

A dança faz bem para o corpo e para a mente. Isso já é sabido por todos. O professor Clézio Dias há décadas proporciona, com seriedade, que as pessoas aprendam a se relacionar com os mais diversos ritmos que existem.

Seu trabalho ininterrupto segue, ano após ano, no SESC Água Verde em Curitiba e, desta forma, recomeça em 2016 com várias opções de dança (forró, sertanejo, tango, soltinho etc), tanto para iniciantes como aos que já apreciam a dança.

Dançar?

Dê uma chance a si mesmo, por que não?

Serviço

Dança de Salão
. Segundas e quartas, das 18h30 às 19h30
. Terças e quintas, das 18h30 às 19h30, das 19h30 às 20h30 e das 20h30 às 21h30
. Sábados, das 14h30 às 16h00

Tango
. Às segundas-feiras, das 21h00 às 22h00

Local
. SESC Água Verde, Curitiba, PR

Professor Clézio Dias
www.facebook.com/ClezioDiasDancadeSalao

Apoio
Prof. Levis Litz / Grupo Tai Chi Curitiba