Poesia fazendo conexões com outros cantos, recantos e encantos do planeta

Mônada – Substância simples, ativa e indivisível de que todos os corpos são formados. Pela percepção as mônadas representam todas as coisas do universo; cada uma de ‘per si’ espelha todo o universo. Leibniz – Filósofo
Livro Monada - Página 5
Do livro: Viagens de uma Mônada. Uma obra que, em gotas de conhecimento, compartilha poesias, fotografias, contos, vivências, fatos, relatos e passagens de minha vida.

Nessa segunda edição, ampliada e com dezenas de imagens, viajo no espaço, saindo de minha cidade natal e fazendo conexões com outros cantos, recantos e encantos do planeta.

Distante de formalismo, brinco com as palavras e conceitos e apresento definições e curiosidades de algumas variações da língua portuguesa, tais como internetês e a maneira de falar na minha infância. E, por fim, trago participações de convidados especiais: professores, escritores e amantes da poesia.

Número de páginas: 83
Edição: 2 (2018)
ISBN: 978-85-906859-1-3
Formato: Pocket 105×148
Ilustrado
Acabamento: Brochura
Tipo de papel: Offset 75g

——–
Mais informações no site Fotos e Rumos em www.FotoseRumos.com 
Adquira o seu exemplar impresso diretamente no site Clube de Autores

Anúncios

O Portal “Fotos e Rumos” está em festa!

17 anos de existência!

Fotos e Rumos surgiu assim…

…da vontade de compartilhar histórias de viagens e fotografias.

Seu dia: 27 de julho – uma data, uma escolha, uma ideia, uma realização. Foi no ano 2000.

Rolou no Espaço de Eventos do Shopping Crystal em Curitiba. Foi lindo, foi bacana!

Apoio da InfoMatrix  (http://www.infomatrix.com.br) e seus funcionários altamente capacitados e muitos computadores de última geração.

O momento contou com a presença de amigos e colegas – fotógrafos, jornalistas, empresários, viajantes, mochileiros, artistas, músicos, cineastas… cerca de 200 pessoas – pequenos universos, com grandes valores – nos prestigiaram.

Houve muita integração e entretenimento. Teve vinho e acompanhamentos – brindes, canecas e camisetas… um “somzinho” legal tocou trilhas de filmes… e… entre taças e sorrisos… houve muitas fotos e muitos rumos… para muitos olhos…

Registro aqui a minha Gratidão!

Levis Litz
Fotos e Rumos
http://www.FotoseRumos.com

Curiosidade: a logo do Fotos foi inspirada numa fotografia que tirei de um filhote de lobo marinho em Cabo Polonio, Uruguai.


ArtMaster – Interpretação com a atriz Cleide Piasecki, que tal?

A renomada atriz Cleide Piasecki, autora, diretora, coreógrafa e atriz – formada em Dança pela PUC-PR, trabalha com teatro há mais de 30 anos e com cinema desde 2012.

Atualmente está em cartaz com o espetáculo “La Cena” do G2 Cia. de Dança do Teatro Guaíra.

Ela também está envolvida num curso de interpretação para cinema e teatro no Espaço Cultural FALEC.

O curso é o Art Master, destinado a pessoas acima de 50 anos, com ou sem experiência na arte de interpretação, que queiram conhecer e desenvolver uma atividade artística ou simplesmente aperfeiçoar conhecimentos em interpretação.

Alguns dos assuntos ministrados em aula:

Expressão corporal e Condicionamento físico;
Diferenças no trabalho de interpretação em cinema e teatro;
Construção do personagem;
Leitura e interpretação de textos teatrais e roteiros;
Exercícios de interpretação com e sem câmera;
Trabalho de conclusão Anual: Montagem teatral ou Filmagem.

Objetivos:

“Nunca é tarde para exercitar a sensibilidade que existe latente em cada indivíduo”.

O objetivo do curso é mudar a percepção de corpo e mente e desenvolver o potencial criativo. Obter novos conhecimentos, utilizando a arte de interpretação em teatro e cinema. É direcionado a pessoas interessadas em vivenciar uma experiência artística.

Faça uma aula experimental no Espaço Cultural FALEC!

Informações:
Melissa – Tel (41) 99810-0070
Cleide Piasecki – E-mail: CleidePiasecki11@mail.com

ART MASTER FOLDER


19 de Agosto de 2016 – 177 anos da fotografia

19 de agosto é o “Dia Mundial da Fotografia”. Os brasileiros também celebram o dia 8 de janeiro como o “Dia do Fotografo”.
 
A fotografia é uma das invenções mais extraordinárias da história da humanidade e que revolucionou a sociedade a partir de meados do século XIX, assim como a cultura, a economia, as arte e etc.
 
A homenagem é da invenção do daguerreótipo, o antecessor das câmeras fotográficas. Segundo registros, foi em 19 de agosto de 1839 que a Academia Francesa de Ciências anunciava mundialmente a nova invenção. Aparelho desenvolvido pelo francês Louis Daguerre, em 1837, graças aos estudos de Joseph Niépce, que havia criado a héliographie alguns anos antes.

Cópia de Levis Teotihuacan

Veja mais fotos em: www.facebook.com/fotoserumos


Educação finlandesa, qual é o segredo?

Qual o segredo da educação Finlandesa?

Conheça exemplos educacionais finlandeses na Casa Finlândia

A Casa Finlândia, organizada pelo Comitê Olímpico Finlandês e Ministério da Educação e Cultura da Finlândia, apresentará vários exemplos na área, mostrando fatores de sucesso do seu reconhecido sistema educacional, nos dias 17 a 19 de agosto, durante as Olimpíadas no Rio.

O Muuvit é um programa que une tecnologia e educação que será apresentado aos interessados. Todos estão convidados (18 de agosto, das 13h30 às 15h). Ele tem o apoio do Instituto Compartilhar, Embaixada da Finlândia, PNUD e REMS.

Clique no link a seguir e conheça um pouco do segredo da educação finlandesa: https://www.youtube.com/watch?v=QNwoSvbW7Gs

Captura de Tela 2016-08-04 às 15.22.20

Vídeo: FINPRO – Créditos: Riitta Supperi/Finland Promotion Board; Sakari Piippo/Finland Promotion Board


A escritora Cléo Busatto lança novo livro

Novo livro de Cléo Busatto é lançado pela Galera Júnior

Cléo Busatto é um nome conhecido na literatura infanto-juvenil. Em A Fofa do Terceiro Andar, da Galera Júnior, a autora decidiu se embrenhar pelo mundo adolescente. Em uma narrativa que se assemelha a uma conversa íntima, nos apresenta o diário de Ana, uma jovem perdida em meio a relacionamentos, problemas de autoestima e bullying. Nas mãos da autora, a personagem redescobre o mundo à sua volta, livrando-se de excessos e preconceitos – e faz o leitor se identificar com as dúvidas, a coragem e os desafios tão marcantes desta fase da vida.

“O livro é uma espécie de escrita de iniciação, uma conversa por meio da qual a personagem vai se vendo e lendo o mundo à sua volta. Enquanto escrevia, trouxe minha adolescente à tona e entendi melhor esta fase, onde a coragem, a ousadia e as dúvidas estão sempre presentes”, revela a autora.

Na história, Ana foi uma criança alegre e brincalhona, mas passou a sofrer na adolescência quando se descobriu gorda e desajeitada com os esportes. Depois de enfrentar o bullying dos colegas, começa a escrever um diário, numa jornada de autoconhecimento e reconhecimento do mundo. Quando conhece o menino Francisco, sua vida muda. Em meio à descoberta do amor, do enfrentamento da morte e dos desafios de fazer dieta, estudar e se aceitar como é, Ana cresce e amadurece.

Cléo Busatto iniciou seu caso de amor com as palavras aos quatro anos e não parou mais. Lançou seu primeiro livro em 2002 e é uma contadora de histórias, tendo sido ouvida por mais de 100 mil pessoas, no Brasil e no exterior. Convocou sua menina interior e escreveu vários livros, depois convocou sua adolescente e escreveu A fofa do terceiro andar. Suas obras fazem parte de programas de leitura e catálogos internacionais, como o da Feira do Livro Infantil de Bolonha. Colaboradora de jornais e revistas, além de escrever, Cléo gosta de gatos e de viajar. Suas experiências pelo mundo afora inspiram novas histórias, que ela tem prazer em oferecer ao leitor.
__________________________________________________

capa fofa 200 dpi 001A FOFA DO TERCEIRO ANDAR
Cléo Busatto
Páginas: 144
Preço: R$ 25,00
Grupo Editorial Record | Galera Júnior
__________________________________________________

Contatos: Cléo Busatto / Tel: (41) 3024-7342 e (41) 9986-9308.
www.cleobusatto.com.br – atendimento@cleobusatto.com.br

 


Curitiba – onde a capivara tem vez

Capivaras – muitas delas – convivem com visitantes do Parque Barigui . Esse animal (fofo, alguns diriam – risos) se tornou uma marca do município e agora que a moda pegou, elas estão dando um passeio por aí pelos cantos da cidade .

Um grupo, feitas de fibra de vidro – há oito delas medindo 1 metro de altura por 1,5 de largura – podem ser vistas soltas em vários espaços. A inspiração veio do tradicional “Cow Parade”.

Então – preste atenção! Pode ser que você acabe cruzando com alguma delas.

Captura de Tela 2016-06-02 às 10.10.59

Espaço Zen – Atelier Dani Henning – Grupo Tai Chi Curitiba

A capivara da foto foi pintada pela renomada artista plástica Dani Henning em seu Atelier – que também é um espaço Zen para a prática do Tai Chi Chuan. No entorno do animal estão praticantes dessa arte.